top of page

40% dos jovens LGBTQ consideraram cometer suicídio nos últimos 12 meses, diz pesquisa.

40% dos jovens LGBTQ consideraram cometer suicídio nos últimos 12 meses. Os números ultrapassam a metade para jovens trans e não binários, de acordo com a pesquisa da The Trevor Project – uma organização sem fins lucrativos que fornece serviços de intervenção em crises e prevenção de suicídio para pessoas LGBTQ até 25 anos de idade.



preconceito dentro das sessões de terapia: 10% dos jovens LGBTQ relataram ter recebido orientações do psicoterapeuta para mudar sua orientação sexual ou identidade de gênero para heterossexual ou cisgênero.


Quando James Hillman escreve Cem Anos de Psicologia e o Mundo está Cada Vez Pior, certamente, estes números corroboram com seu pensamento. Tanto C. G. Jung como J. Hillman foram grandes autores que estudaram a psique humana e defenderam sua idiossincrasia, ou seja, a expressão única da psique de cada indivíduo no planeta.


Por isso, C. G. Jung sempre se colocou em uma posição de humildade diante das dores, dos sonhos e da vida de quem ele recebia em seu consultório; e J. Hillman nunca se cansou de defender que não há um ser que seja idêntico a outro na existência, isto é, neste caso, não há hetero, homo, panssexualidade idêntica entre indivíduos com a mesma orientação sexual. Tanto a psique como a vida são furtacor e querem viver sua idiossincrasia.



"Temos o direito de ser iguais quando a nossa diferença nos inferioriza; e temos o direito de ser diferentes quando a nossa igualdade nos descaracteriza. Daí a necessidade de uma igualdade que reconheça as diferenças e de uma diferença que não produza, alimente ou reproduza as desigualdades." – Boaventura de Souza Santos


Autor: Leonardo Torres, 30 anos, analista junguiano, palestrante e doutor em comunicação e cultura.





143 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page